Móveis ergonômicos: por que é importante fazer essa escolha?

Móveis ergonômicos: por que é importante fazer essa escolha?

Quando o assunto é mobiliário corporativo, além de pensar no melhor aproveitamento dos espaços e na funcionalidade, é fundamental se preocupar também com a ergonomia. Afinal, o conforto dos colaboradores é diretamente proporcional à sua produtividade e satisfação.

Ao planejar os ambientes de trabalho em lojas, escritórios, consultórios, entre outros, vale a pena levar em consideração os aspectos ergonômicos dos móveis planejados para garantir a saúde e o bem-estar de funcionários e clientes.

A opção por móveis ergonômicos beneficia tanto a empresa quanto seus colaboradores. Enquanto eles contam com melhores condições de trabalho, a empresa sabe que o risco de afastamento e insatisfação é menor quando cuida do bem-estar das pessoas.

Como escolher móveis ergonômicos para escritório?

Sem querer advogar em causa própria, nós sabemos que móveis sob medida são conceitualmente pensados para garantir o conforto dos funcionários, a organização e a funcionalidade do ambiente de trabalho em escritórios.

Assim, quando falamos em ergonomia, nos referimos a mesas com regulagem de altura ou feitas sob medida para que as pessoas trabalhem numa posição confortável.

Também consideramos cadeiras com regulagem de encosto e altura do assento para que os pés estejam sempre apoiados no chão e a coluna se mantenha ereta.

Além disso, os armários devem ser instalados em locais de fácil acesso a todos, e os objetos mais pesados não devem ser guardados em prateleiras muito altas.

Como garantir a ergonomia ao escolher móveis para lojas?

Em qualquer tipo de estabelecimento, o importante é pensar nas atividades que os colaboradores mais fazem para escolher móveis ergonômicos e adequados a cada tipo de negócio.

Numa loja de roupas, por exemplo, é comum que tenha um balcão ou uma bancada onde os atendentes mostram e dobram as roupas. Esse é um tipo de mobiliário que deve ter uma altura adequada para que ninguém precise fazer qualquer esforço extra durante a execução da tarefa.

Já numa ótica, normalmente os atendentes sentam diante dos clientes para mostrar os óculos para eles. Nesse caso, a mesa deve ter uma altura adequada a ambos (vendedores e clientes) e as cadeiras devem ser ajustáveis.

Poderíamos dar inúmeros exemplos aqui, mas a ideia é apenas despertar a atenção de vocês para a importância de considerar a ergonomia na hora de escolher o mobiliário corporativo para o seu negócio ou mesmo móveis para escritório em casa.

Isso porque quando pensamos nos aspectos ergonômicos dos móveis corporativos, estamos prevenindo dores nas costas, doenças por esforço repetitivo, problemas na visão, dores de cabeça e muitas outras que podem aparecer em virtude da postura incorreta.

Por que as empresas devem investir em móveis ergonômicos?

Cuidar da saúde de seus colaboradores é uma obrigação determinada pela Norma Regulamentadora 17 (NR 17), e todas as empresas estão sujeitas à fiscalização para averiguar o cumprimento dessa norma.

Para estar de acordo com a regra, faz-se um estudo detalhado dos postos de trabalho a fim de avaliar riscos ergonômicos e verificar se as condições de trabalho estão adequadas em relação à saúde e segurança do colaborador.

Isso vale para ambientes de fábrica, escritórios, consultórios, lojas, restaurantes etc. Onde houver pessoas trabalhando, as condições ergonômicas devem ser respeitadas. E para que isso aconteça, é essencial escolher móveis corporativos planejados para garantir a ergonomia.

Agora queremos saber: você se preocupa com a ergonomia na hora de escolher os móveis corporativos de sua empresa?

Compartilhe conosco 😉

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *